sexta-feira, 25 de agosto de 2017

JÚRI SIMULADO – VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

No dia 16 de agosto de 2017 os alunos do curso Ensino Médio Integrado ao Técnico em Administração e do curso de Técnico em Recursos Humanos participaram de um Júri simulado que foi apresentado na Câmara Municipal de Arujá." A realização é resultado de uma parceria entre o Sindicato dos Comerciários de São Paulo e a Secretaria de Assistência Social de Arujá.
A violência contra a mulher é sempre um tema a ser discutido porque, infelizmente, ainda é comum. E, normalmente, eles partem de pessoas conhecidas das vítimas. No Brasil, em dois terços das denúncias de violência contra a mulher, o agressor é o atual ou o ex-companheiro, segundo dados do governo federal.
O propósito da iniciativa é promover o debate público a respeito do tema e provocar reflexões sobre os traumas emocionais e físicos que muitas mulheres brasileiras sofrem diariamente.

Além disso, a atividade tem a intenção de mostrar o impacto que a violência doméstica causa não apenas na vítima direta, mas nas indiretas, como os filhos. “A Lei Maria da Penha é uma letra morta se ninguém disser às pessoas como funciona e como fazer. O júri é a forma que encontramos de, através de um teatro lúdico, trazer para as mulheres a tradução do que é o dia a dia de violência em família. Durante o júri, cenas serão colocadas que mostram essa violência. Um debate entre a promotoria e o advogado vai falar da lei. E ao final será aberto um debate para as pessoas que tiverem dúvida possam debater a lei”, explicou a psicóloga Maria Aparecida Pinto."
Fonte: http://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/juri-simulado-debate-lei-maria-da-penha-em-aruja.ghtml

 

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário